Entretenimento

Visita especial no hospital de Criciúma marca Dia das Crianças

A Disney ainda não tem nenhuma princesa chamada Catarina, mas a Liga Acadêmica de Cirurgia Pediátrica (Lacipe), que reúne acadêmicos de diversas fases do curso de Medicina da Unesc, coroou a pequena Catarina Isabel Alves de Luca, de apenas 5 anos, como uma princesa, que se uniu à Elza, à Branca de Neve, à Bela e a outros personagens, super-heróis e heroínas, que fizeram o Dia das Crianças dos pequenos que passaram a data internados no Hospital São José (HSJ) e no Hospital Materno-Infantil Santa Catarina (HMISC) um tanto quanto diferente e alegre.

A própria Catarina, que não demorou muito para começar a pintar com os lápis de cor que ganhou, garantiu que “até no hospital o Dia das Crianças pode ser muito divertido”. A mãe, Andressa Alves, se emocionou. Sem esconder as lágrimas dos olhos, compartilhou o sentimento de alívio ao ver a filha, que sofre de asma, sorrindo e brincando. “A ação dos estudantes fez o dia dela completamente diferente”, destacou.

Quem também se alegrou com a presença da Lacipe no HMISC foi a mãe do pequeno Vinicius da Silva Inácio, de 2 anos. Ela, que carrega o nome da princesa Ariel, a Pequena Sereia, comemorou que o dia do filho, que ficará internado durante toda a data, pudesse ser diferente. “Ele já acordou encantado com o Homem Aranha”, acrescentou Ariel de Oliveira da Silva.

Dia das Crianças, Dia do Cirurgião Pediátrico

A ação foi comandada pelo professor médico da Unesc, Christian de Escobar Prado, que é cirurgião pediátrico. De acordo com o professor, a data, 12 de outubro, também lembra a profissão dos médicos que realizam cirurgias em crianças. “A Liga tem uma função de pesquisa e extensão, de fazer, de fato, a diferença na sociedade. A ação de hoje é muito importante para que os estudantes enxerguem o outro lado dos pacientes e tenham essa experiência de afeto, de cuidado, e eles fizeram isso muito bem, fizeram valer o Dia das Crianças e o Dia do Cirurgião Pediátrico”, apontou.

Antes da ação do HMISC, os estudantes também visitaram o Hospital São José onde estão, sobretudo, as crianças que realizam tratamento oncológico.

Experiência única

A presidente da Lacipe, Carolina Santinoni, que está na 10ª fase de Medicina, garantiu que a experiência foi única. “Estar em contato com as crianças e dando um dia um pouco diferente para elas neste momento tão difícil mudou o nosso dia e esperamos que tenha feito a diferença no dia delas também”, destacou.